quarta-feira, 5 de abril de 2017

Fanfic Come Back to Me Capítulo 12- O melhor irmão do mundo.

Charlie PDV
–Eu estou encrencado papai? Se é pelo vaso...- Perguntei depois que ele pediu para que Elena e eu ficássemos na sala.
–Não Charlie, você não está encrencado. Espere, o que? Que vaso?
–Charlie!- Elena me empurrou no sofá.
–Depois conversamos sobre isso. Vocês sabem que a irmãzinha de vocês estava no hospital não sabem?- Papa perguntou se agachando.
–Pra ficar mais forte.
–Isso mesmo Charlie. Pra ficar mais forte.
–O que tem ela papai?- Elena perguntou.
–Acontece que ela já está forte o suficiente.
–Então ela vem pra casa? Cadê ela? Eu posso segurar ela?-Perguntei.
–Ela se parece com a minha boneca agora. Eu posso mudar a roupas dela? Eu posso brincar com ela?
–Calma aí vocês dois.- O papai disse sorrindo.- Eu fico feliz que vocês estejam tão animados. Mas vamos com calma. Ela vai vir para casa sim Charlie. Ela cresceu, mas ainda é muito pequena, então quando vocês a segurarem tem que ser comigo ou com a mamãe perto e vocês tem que estar sentados ok?- Ele disse e nós concordamos.- Ótimo. Elena, ela se parece com as bonecas, mas não é filha. Melhor deixar as trocas de roupa com a mamãe e comigo está bem? Mas você pode ajudar. Ela ainda é muito pequena para poder brincar. Quando ela crescer mais um pouco você poderá brincar com ela.
–A vovó e o vovô já sabem?
–Ainda não Charlie. Eu e a mamãe conversamos e decidimos contar pra vocês primeiro.
–Legal!!- Dissemos juntos.
–Cadê a mamãe papai?- Elena perguntou.
–Eu a deixei no hospital. Ela pediu que a deixasse e viesse falar com vocês enquanto ela arrumava tudo.
–Então nós vamos buscar a Maggie?
–Sim Charlie. Nós vamos buscar a Maggie.- Assim que o papai disse isso eu disparei escada a cima e sabia que Elena estava bem atrás de mim. Quando a mamãe caiu da escada e minha irmãzinha precisou ficar no hospital eu pensei que tivesse sido minha culpa. A mamãe ficou muito doente depois disso e isso me deixava triste, mas aí o papai explicou que ela só estava assim porque tinha que ficar longe da Maggie e que ela também ficaria assim se tivesse que ficar longe da Elena ou de mim. Depois disso o papai prometeu manter todas as aranhas longe de casa. Eu odeio aranhas. Odeio mesmo. Mas agora a mamãe parece mais feliz. Ela voltou a me colocar pra dormir e até voltou a me contar historias pra mim e pra Elena. E agora ela vai ficar mais feliz ainda porque minha irmãzinha vai voltar pra casa.
–Charlei?- O papai disse entrando no meu quarto.- Tudo bem?
–Tudo sim pai. A mamãe vai ficar ainda mais feliz agora né?
–Sim, ela vai.- Ele disse sorrindo.- Charlie.. Eu sei que eu já perguntei. Muitas vezes ate, mas... Você sabe que o que aconteceu  foi um acidente e que podia ter acontecido...
–Com qualquer um. Eu sei papai. O senhor já falou, a Srta. Johnson já falou. Eu entendi.
–Só queria ter certeza. Mais uma coisa Charlie. A Maggie é muito pequena ainda filho. E como ela nasceu fora do tempo precisa de alguns... Cuidados especiais entende?- Ele perguntou e eu concordei- Então, se a mamãe precisar passar mais tempo com ela, não tem motivos pra ciúmes tudo bem?
–Eu sei papai. Ela ainda é um bebê. Não consegue comer sozinha e ainda usa fraudas.
–Eu só não quero que você se sinta... Deixado de lado nem nada assim. A mamãe e eu continuamos amando você e a Elena tanto quanto a Maggie está bem?
–Eu sei papai. Eu também amo vocês.
–Meu garoto.- Ele disse bagunçando meu cabelo.
–Ei..
–Melhor se acostumar. Seu cabelo é tão comportado quanto o meu.p- Ele disse rindo.
–Mas o seu é uma bagunça.
–Exatamente.- Ele disse se virando e saindo.
–Papai?
–Sim Charlie?
–Eu to muito feliz que a Maggie vem pra casa. E eu vou ser o melhor irmão do meio do mundo. Vou ensinar ela a jogar bola, a fazer guerra de bolas de neve. A brincar na lama e pular poças na chuva. E não vou deixar nenhum menino ser mau com ela.
–Ei, ei vamos com calma campeão.Ela ainda é muito pequena pra essas coisas.. Mas dessa ultima parte eu gostei.- Ele disse mexendo em meu cabelo de novo e saindo.
Eu troquei minha roupa o mais rápido que eu pude e corri até o quarto da Maggie. Lá tinha um ursinho que a mamãe vivia pegando quando estava esperando minha irmã. Eu peguei o ursinho na mão e desci as escadas pulando. Finalmente minha irmãzinha estaria em casa e todo mundo que eu amo vai ficar junto. Eu sabia que hoje seria um dia legal.