terça-feira, 28 de março de 2017

Shot Fic Breaking The Rules Capitulo 05 -É só um baile, certo?






Bella PDV


Tinha acabado de tomar meu banho e estava apenas tentando escolher o vestido que usaria esta noite. Edward havia me convidado para o baile em sua empresa, e não aceitaria um não como resposta. Como seria o ultimo encontro eu tinha decidido aceitar, só não contava com as minhas roupas. Eu era uma professora, então minhas roupas eram de uma professora. Com a exceção daquele vestido azul que usei no aniversario de Charlie, mas ele não serviria para um evento desse. Estava quase ligado para Alice para pedir um vestido emprestado quando a campainha tocou. Olhei no olho mágico em não vi ninguém. Abri a porta e encontrei uma caixa enorme.


Ainda surpresa coloquei a caixa na cama e dentro havia um bilhete.


Espero que goste. Passo para te pegar mais tarde. –E


Tirei os papeis que protegiam o conteúdo na caixa e arfei quando vi. Um lindo vestido longo e azul com varias pedras cravejadas. Acompanhado de um par de luvas brancas e um chale azul claro.Ele um vestido digno da realeza. Perfeito.


O tirei da caixa com medo de que ele se desintegrasse. Ele era tão lindo... Mas eu não podia aceitar. Olhei para meu guarda roupas e depois novamente para o vestido. Um empréstimo não faria mal. Eu devolveria logo depois. Só tinha que tomar cuidado para não estragá-lo durante a noite.


Arrumei meu cabelo e vesti o vestido. Me olhando no espelho não me reconheci. Não que eu me achasse feia ou algo assim, eu me via mais na média, mas a garota que estava na minha frente parecia mais uma princesa. A campainha tocou e me apressei em atender. Quando abri a porta arfei com a visão que tive. Edward era irritantemente charmoso, mas de terno... Ficava impossível resistir, e pelo seu olha e sua falta de palavras ele sentia o mesmo sobre mim.


—Uau...É... Você está...- Confesso que foi um pouco divertido ver sua reação. Deixar um homem como ele sem palavras fez muito bem para o meu ego.- Você está... Perfeita.


—Você também não está nada mal. Vamos?


—Ah sim... O baile.- Ele disse parecendo preocupado.


—Algum problema Edward?


—Não. Não é nada. Só acho que terei que passar a noite me livrando de alguns abutres.


—Não seja absurdo.- Eu disse sorrindo.- Alem do mais, se me lembro bem, esse será nosso ultimo encontro.


—A não ser que você queira esquecer isso e sair comigo outras vezes.- Ele disse com seu sorriso torto. Agora sim parecia o Edward que eu conhecia.


—Vá sonhando Cullen.- Eu disse saindo e trancando a porta.


No caminho para a festa Edward parecia estranho. Quase nervoso.


—Está tudo bem mesmo?


—Claro. É só que... Eu nunca levei uma acompanhante a esse baile.


—Está nervoso por isso? Não preciva me levar Edward. Poderia ter escolhido outro...


—Nada disso. Trato é trato Srt. Swan. Nada de pular fora agora. Alem do mais... Veja, chegamos.


Edward havia estacionado seu volvo em frente a um luxuoso hotel onde seria o baile beneficente de sua empresa. Havia algumas pessoas na porta e muitos fotógrafos.


—Edward...Eu acho que não.


—Trato é trato lembra?


—Isso foi antes desses fotógrafos.


—Você é alguma foragida por acaso?


—Muito engraçado. Você sabe que não deveríamos estar juntos. Se alguma foto de nós dois chegar a direção da escola, eu perco meu emprego.


—Tudo bem. Eu tive uma idéia.- Ele disse ligando o carro e dirigindo para a parte de trás do hotel.


—Pronto. Ninguém nos verá aqui.


Ele desceu o carro e abriu a porta para que eu descesse também. Fomos até a entrada dos fundos do hotel. Alguns funcionários nos olharam, mas certamente já o conheciam então permitiram nossa entrada.


—Uau... Aqui é tão bonito.- Disse apreciando a vista do salão.


—Sim. É mesmo. Eu gostaria de reforçar só uma coisa Bella. Isso é tecnicamente um encontro certo?


—Certo.- Disse revirando os olhos.


—Então não vale se fechar no banheiro ou sair de fininho ok?


—Sério? Você acha que eu faria isso?


—Não custa nada reforçar a idéia de encontro.


—Pensando bem... Essa não seria uma má idéia.- Disse divertida.


—Muito engraçado Swan.- Ele disse tentando segurar o sorriso.


—Uh deixamos as formalidades? Não é mais Srta Swan Sr. Cullen?- Disse ainda me divertindo com seu nervosismo e ele se aproximou sussurrando.


—Se fossemos deixar as formalidades, acredite Isabella, existem outros nomes pelos qual eu a chamaria.- Assim que ouvi suas palavras meu sorriso desapareceu dando lugar ao meu rubor.


—Tudo bem. Não é mais engraçado.


—Um pouco engraçado na verdade.- Ele disse sorrindo.


—Não faça eu me arrepender de ter aceitado seu convite Cullen.


—Que tal ficarmos com Edward e eu com Bella até o fim da noite?


—Feito.


—Vamos. Quero que conheça algumas pessoas.- Ele me conduziu para um grupo onde eu reconheci apenas dois rostos. Carlisle o pai de Edward e Charlie e o amigo estranho de Edward que também estava no aniversário, mas não me lembrava seu nome.


—Bella, estes são Jacob, Paul e Eleazar. Meu pai Carlisle que você já conhece e James. Acho que vocês se conheceram no aniversário do Charlie.


—Sim.


—Como vai Srta Swan?- O tal James perguntou com um certo tom de malícia.


—Muito bem Sr Hunt.


—Mas que boa memória querida. Devo ter deixado uma bela impressão.


—É difícil esquecer algumas pessoas, mas nem sempre isso é uma coisa boa.- Disse tentando manter meu sorriso.


—É..Tudo bem... Bella, vamos dançar?- Edward disse parecendo constrangido.


—Claro.- Ele estava me conduzindo, mas antes James se aproximou e sussurrou algo em seu ouvido e Edward assentiu me conduzindo para a pista de dança.


—Tudo bem?- Perguntei envolvendo meus braços em seu pescoço enquanto ele fazia o mesmo com minha cintura.


—Claro. Por que não estaria?


—Você pareceu nervoso. O que ele disse?


—Quem?


—Edward, eu não sou idiota. Você estava mais relaxado até seu amigo ali sussurrar algo em seu ouvido.- Ele me olhou suspirando.


—Ele estava dizendo o quanto você estava bonita.


—Foi só isso? – Perguntei e ele deu ombros.- Deus... Você está com ciúmes!


—Ele é meu amigo, mas as vezes é um idiota.


—Você nunca me pareceu ser o tipo de cara que tem ciúmes de uma garota.


—É porque não sou. Ou não era... Até conhecer você.- Ele disse se aproximando cada vez mais.


—Edward...


—Uhm.- Ele murmurou ainda se aproximando enquanto eu tentava me afastar. O lugar estava cheio demais e eu perdia totalmente o controle quando ele me beijava. Seria um erro deixar que me beijasse na frente de tantas pessoas.


—Eu não vou beijar você aqui.- Eu disse e ele congelou.


—Por que não?


—Olhe em volta. Muitas pessoas. Se alguém fotografasse...


—Não vai..- Ele disse se aproximando novamente.


—Edward não...- Sussurrei.


—Um beijo Bella e eu a deixo em paz.- Aquele não era o Edward que eu conhecia e isso estava me assustando. Tomei impulso e o empurrei.


—Eu disse não.


—Por que não? Não é como se não tivesse me beijado antes. Só um beijo.- Ele disse olhando em volta.


—Por que está insistindo?- Ele ficou mudo e eu olhei para onde ele olhava e vi seu amigo James nos observando. - O que vai ganhar com isso?


—Eu preciso de uma razão pra querer beijar você?


—Eu não sei, diga você.


—O que? Qual é o problema Bella? É só um beijo.


—Responda a pergunta Edward.


—Eu gosto de beijar você está bem. É só isso.- Ele disse e eu olhei para James mais uma vez, mas dessa vez ele sorria.


—Com licença.- Me virei e ele segurou meu braço.


—Onde você vai?


—Ao banheiro. Tudo bem pra você vossa majestade?- Eu disse secamente e vi que minhas palavras o desestabilizou por um instante.


—Claro. Fica...


—Eu encontro o caminho. Sai andando e quando me virei James se aproximava de Edward. Havia alguma coisa ali. Entrei em uma das cabines do banheiro e já estava saindo quando ouvi vozes.


—Eu não acredito que ele realmente a trouxe .


—Não é? E ela é tão comum. Não acredito que Edward te dispensou por ela.


—Ele não dispensou.- A mulher disse com desdém.


—Como não Tânia? Edward não está acompanhando você.


—Nós estamos dando um tempo. Edward sempre gostou de relacionamentos mais abertos. É por isso que ele não se importa que eu esteja aqui com o James.


—Mas você sempre dormia com o James.


—Isso é verdade.- Ela disse rindo.- Ele não é nem de longe tão bom de cama quanto o Edward, mas é muito útil para mim.


—Como útil?


—Não seja burra Irina. Foi pelo James que eu descobri que não tenho com o que me preocupar com o Edward.


—Eu não sei Tânia. Ele parece gostar dessa menina. Viu o jeito como ele a olha?


—Eu vi, mas sei que não é ela que ele vê. É a chance de se tornar presidente.


—Esse cargo não é do James?


—Por pouco tempo. Eles apostaram que Edward conseguiria conquistar essa tonta. A parte mais difícil foi trazê-la aqui, e isso ele já fez. Se Edward conseguir um beijo sem levar um tapa até o fim da noite, a presidência é dele. Depois disso ele dispensa aquela menina e volta para mim.


—Você é tão inteligente Tânia. Ficando com os dois.


—Disso eu sei.- Ela disse sorrindo.- Burra são as que pensam que podem fazer Edward Cullen se apaixonar.- Ela disse e as duas saíram rindo do banheiro. E eu fiquei lá. Sentada. Ainda processando tudo que havia escutado. Uma aposta. Uma maldita aposta. Por isso ele queria tanto o beijo. Para ficar com a maldita presidência. Depois de um tempo consegui me recompor e sair do banheiro. Eu precisava sair dali, mas não fazia idéia de como fazer isso. Assim que sai do banheiro vi Edward me esperando no salão. Ele parecia ainda mais perturbado do que estava quando o deixei. Ele olhou para mim e eu corri para a saída do hotel sem olhar para trás.