sábado, 11 de março de 2017

Short-Fic Come Back to Me Capítulo 07 Quando tudo vai bem



Bella PDV.
—Mãe!!!
—Charlie?- O chamei e ele não respondeu.
—Mãe!!- Ele gritou mais alto e eu corri até seu quarto.
—Charlie!?
—Brinca comigo?
—Deus Charlie... Não pode me assustar assim.- Disse controlando minha respiração e me sentando.- O que eu disse sobre os gritos Charlie.
—Só quando eu estiver sentindo alguma coisa.
—Então por que gritou filho?
—Desculpa mãe. Eu não queria assustar você. Eu só queria que você viesse brincar comigo.
—Tudo bem filho.- Disse me sentando no chão ao seu lado.Me sentei o mais confortável que consegui. Com uma barriga de seis meses, isso na é muito fácil.
Talvez eu estivesse exagerando, mas depois das crises que ele teve, os gritos viraram um tipo de código de segurança. Charlie sofria de epilepsia desde pequeno, e como ele tinha apenas 7 anos não se lembrava de uma palavra de emergência, então combinamos que se ele gritasse por um de nós, esse seria o código. Depois do susto Maggie estava agitada dentro de mim. Depois de algum tempo brincando ouvimos a porta bater. Edward estava em casa, o que era ótimo porque eu descobri que não conseguia me levantar sozinha. Charlie levantou e correu em direção a porta.
—Ei... Espere.- Ele parou e olhou para mim.
—Pode pedir ao seu pai para me ajudar? Eu estou presa de novo.
—Sim senhora.- Ele disse rindo.
—Isso, ria da sua mãe grávida. Se eu pudesse levantar você ia ver só.- Ele sabia que eu estava brincando. Não sobre estar presa. Era a terceira vez que isso acontecia aquele mês.
—Alguém precisa de ajuda?- Edward disse sorrindo.
—Isso. Ria da grávida no chão.
—Já é a terceira vez. Eu não me importo de levantá-la, mas por que se senta se sabe que não vai se levantar?- Ele perguntou sorrindo.
—Charlie queria brincar.- Eu disse me sentando na cama.
—Ei tudo bem? Eu estava brincando.
—Tudo bem. Charlie gritou hoje..-Disse baixo para que ele não escutasse.
—O que? Ele...
—Não. Ele só queria que eu viesse brincar com ele. Isso me apavorou por um momento. Você não estava em casa e agora que você me levantou percebo que posso não ser muito útil agora se algo acontecer.
—Bella..
—Não, tudo bem. É como eu disse. Só me apavorei por um momento.
—Você conversou com ele? Sobre gritar?
—Sim, mas apesar de tudo, ele ainda é uma criança. Eu sei que eventualmente ele vai se esquecer e vai gritar novamente. Eu só... Queria me sentir mais útil.
—O que acha de eu tirar uma férias? Assim eu estaria sempre por perto. Ao menos até Maggie nascer.
—Isso parece tentador, mas não. Eu não me sentiria mais útil assim. Mas eu agradeço. E acho melhor guardar suas férias pra quando ela nascer. Pelo tanto que ela se mexe agora, vai ser uma criança bem agitada.- Eu disse sorrindo.
—Tem certeza?
—Tenho sim. Obrigada.
—Vem. Por que não descansa um pouco?
—Isso parece uma boa idéia.- Disse bocejando. Fomos até o quarto. Edward tirou meus sapatos e desabotoou minha calça a puxando para baixa.- Por mais que eu queria você agora, acho que não tenho energia para isso.- Eu disse esfregando os olhos e o ouvi rir.
—Por mais tentadora que seja a idéia, eu só estava tentabdo te deixar confortável para dormir.
—Oh. Isso parece uma boa idéia. Pode ficar comigo?- Perguntei estendendo a mão e ele se deitou ao meu lado me aconchegando em seus braços.
—Durma um pouco Bella.
Acordei e olhei no relógio havia amanhecido e Edward não estava ao meu lado. Me virei para levantar e vi um bilhete no criado mudo.
—Bella, fiz o café da manha. Coma tudo por favor. Tive uma emergência no hospital, volto assim que puder. Amo você –E
Me levantei e fui até a cozinha. Antes passei no quarto das crianças e eles estavam brincando no chão.
—Quem quer café da manhã?- Perguntei e os dois levantaram
—Panquecas!!
—Eu não sei. Vamos ver o que o papai fez de bom.- Desci as escadas com cuidado e fui até a cozinha. E la havia uma travessa de panquecas e muita calda de chocolate. Minha boca se encheu de água. Servi as crianças depois peguei meu prato.
—Mamãe, podemos brincar lá fora?- Charlie perguntou.
—Por que não brincam aqui dentro Charlie? Está muito frio lá fora.
—Mas mãe... Queremos brincar na neve- Elena disse.
—Eu sei pequena, prometo que quando o papai chegar vocês podem ir.
—Está bem.
Terminei de limpar a cozinha e quando fui ver o que eles estavam aprontando os vi brincando na sala. Decidi subir e terminar de arrumar algumas coisas no quarto da Maggie. Algumas roupinhas que Alice havia comprado semana passada e que eu ainda não havia dobrado.
Eu nunca me cansava de olhar aquele quarto. Esme havia feito um ótimo trabalho. Ele era perfeito. Eu não me cansava de olhá-lo. Mal podia esperar para conhecer minha menininha.