terça-feira, 28 de março de 2017

Short Fic Breaking the Rules Capitulo 06 - Tarde demais






Edward PDV


—Edward?- Saltei surpreso com a aproximação de Rosálie.


—Que susto Rosie. Precisa chegar desse jeito?


—Você que está distraído. Por que está nervoso?- Ela perguntou e eu olhei para o banheiro. Tudo isso tinha sido um erro. Eu queria a presidência, mas não podia usar Bella para conseguir isso.- Edward?


—O que?- Eu disse irritado com sua insistência


—Eu estou falando com você. Cadê a Bella?


—Banheiro.


—Você já falou com ela como havíamos conversado?- Ela perguntou. Alem de amiga Rosálie também era minha terapeuta e quando contei sobre a aposta ela disse que eu devia abrir o jogo com Bella. No inicio pensei que ela havia enlouquecido, mas talvez fosse o certo a se fazer. Eu não queria admitir no inicio, mas eu queria e ainda quero um futuro com Bella.


—Não.


—Edward!


—Eu não sei como falar está bem Rosie? O que quer que eu diga? Ei Bella, eu só te chamei para sair no começo pra vencer uma merda de aposta, mas espere, as coisas estão diferentes agora porque eu estou fodidamente apaixonado por você. É isso que quer que eu diga?


— O que?- Rosálie praticamente gritou.


—O que, o que?


—O que você disse Edward. Pense no que você acabou de dizer.


—Merda. Eu estou fodidamente apaixonado por ela.- Disse olhando para a porta do banheiro.


—Edward. Esqueça que sou sua terapeuta por um momento e pense em mim apenas como sua amiga. Você tem que contar a ela. Se ela descobrir de outra forma, nem todo o amor que você diz sentir será capaz de fazê-la perdoá-lo.


—Eu sei, só não sei como dizer isso a ela.


—Primeiro de tudo. Esqueça essa droga de aposta. Perca. Assim quando você continuar insistindo ela vai perceber que você não tem nada a ganhar com isso e gosta mesmo dela.


—Perder? Mas e a presidência?


—O que é mais importante para você? Ganhar essa maldita presidência ou ficar com ela? Decida, eu sou sua amiga Edward, não sua mãe. Não posso escolher por você.


—Eu odeio quando você tem razão.- Disse suspirando.- Que se foda a presidência. Vou falar com ela.


—Então o primeiro passo é abrir o jogo. Eu não vou dizer que ela vai ficar com você logo de cara Edward, mas se ela realmente gosta de você, vai perceber o quão difícil foi você abrir mão da presidência por ela e vai te perdoar, mas ela precisa ouvir a historia de você.


—Eu entendi Rosie. Vou falar com ela.. Só que... Não aqui.


—Edward!


—Eu não quero estragar a noite. Eu prometo que não vou tentar beija-la de novo.


—De novo?


—Bem.. Eu...


—Edward!


—Eu sei.. Eu sei. Eu já me decide. Deixe acabar a festa. Quando eu for levá-la para casa eu conto tudo.


—Então é melhor se apressar, veja...- Rosie disse apontando para a saída do hotel.


—Mas o que...- Bella estava indo em direção a saída. Quase correndo, como se estivesse fugindo.


—Bella?- Eu a chamei, mas ela me ignorou e continuou andando até a saída e eu fui atrás.- Bella?


—Taxi!- Ela chamou e eu corri para perto dela. Os fotógrafos me virão e me cercaram.


—Bella.- Disse lutando para chegar até ela.


—O que? – Ela praticamente gritou.


—Ei, onde você vai?


—Embora. Isso já deu para mim Edward.- Ela disse e assim que cheguei mais perto pude ver seus olhos vermelhos.


—É por causa do beijo? Me desculpe, eu não devia ter tentado nada. Eu sou um idiota.


—Oh sim, o precioso beijo. Era isso que você queria, não era?- Ela disse agarrando minha camisa e colando seus lábios nos meus, mas antes que eu pudesse aprofundar o beijo ela me mordeu se afastando.- Conseguiu o que queria. Uma pena que aquele seu amigo não presenciou o beijo então você não vai ganhar sua preciosa presidência, mas ainda sim, venceu a aposta. Parabéns Sr. Cullen.- Ela rosnou e entrou no taxi indo embora.


—Edward?- Rosie se aproximou me levando para dentro. - O que aconteceu? Para onde Bella foi?


—Ela sabe Rosalie. Ela sabe da maldita aposta.- Falei ainda em choque com suas palavras.


—Você contou? Assim?


—Não. Ela descobriu sozinha. Nem me deu chance de explicar.


—Sua boca.. Está sangrando. O que aconteceu?


—Ela me beijou.. E me mordeu. E depois disse que era uma pena James não estar lá, mas eu tinha vencido a maldita aposta. Mas que merda...- Urrei e alguns convidados olharam para mim.- Eu ia contar pra ela Rosálie. Eu ia fazer o certo. Por que ela tinha que descobrir agora?


—As vezes as coisas não são justas.- Rosie disse segurando minha mão.


—Não! Não, não.- Disse passando a mão nervosamente pelos cabelos.


—Edward o que foi?


—Os fotógrafos. Nós entramos pelos fundos para que não fossemos fotografados juntos. Eles viram o beijo. Fotografaram.


—Ela vai ficar furiosa quando a matéria sair.


—Não Rosálie. Ela vai ficar furiosa e desempregada.


—Por que?


—Ela é professora do Charlie. Não são permitidos encontros entre professores e responsáveis dos alunos. Ela vai perder o emprego.


—E nunca mais vai querer olhar para você novamente.


—Não! Eu tenho...Eu preciso fazer alguma coisa.- Disse me virando para a saída.


—Edward, esqueça. Deve ter uns quinze fotógrafos aí fora. Nem todos são oficiais. Essa foto vai sair em algum lugar. Não há nada que você possa fazer, eu sinto muito.


—Quando ela vir a foto. Vai me odiar para sempre.


—Eu sinto muito.


—Talvez eu mereça isso.