sábado, 4 de março de 2017

Fanfic Remember Me Bônus 01- Noite de núpcias

Edward PDV
As próximas peças a sair do caminho foram nossas calças. Quando vi a roupa que ela usava por baixo parei de respirar.
—Uau... Isso é...
—Só seu. Gostou?
—Não imagina o quanto.
—Que bom.
—Por mais que eu tenha gostado, e acredite eu gostei. Não vejo a hora de tira-lo de você.
—O que está esperando então Sr. Cullen?- Foi o bastante para que eu me perdesse e puxasse a parte de trás do espartilho o rasgando e arrancando de seu corpo.
—Assim vou acabar sem roupas.
—Você fala como se isso fosse uma coisa ruim.
—Não é mesmo.- Comecei a distribuir beijos em seu pescoço e mandíbula enquanto Bella começou a gemer. Em um dos beijos coloquei um pouco mais de pressão querendo deixar uma marca.
Suas mãos estavam em volta do meu pescoço e ela puxava levemente meus cabelos. - Você esta muito vestido.
—Então vamos resolver esse problema Sra. Cullen.- Eu realmente adorava poder chamá-la assim. Nunca me cansaria do som disso.
Ela começou a desabotoar os botões da minha camisa enquanto beijava meu pescoço. E em um de seus beijos ela fez a mesma coisa, me marcando. Eu me livrei de minha calça,mas quando fui tirar minha cueca as mãos de Bella seguraram as minhas.
—Eu gosto de fazer isso.- Ela disse mordendo o lábio. Voltei a beijá-la enquanto era tirava o restante de nossas roupas. Tentei arrancar o restante de suas roupas, mas quando minha mão a tocou, Bella parou o beijo e me empurrou mais para trás da cama. Ela se colocou de joelhos no colchão e começou a engatinhar em minha direção. Essa mulher era minha perdição, e eu estava muito satisfeito com isso. A posição em que ela estava ficava impossível não olhar para outro lugar do que seus peitos. Ela veio até mim e me deu um beijo nos lábios e montando em meu colo.
Bella apertou meu rosto entre suas mãos olhando para mim com tanto amor e devoção.
—Eu amo você.
—E eu amo você. Minha Bella.
Peguei sua mão e beijei os dedos até chegar até sua aliança. E fui subindo meus beijos por seu ombro e pescoço até chegar aos seus lábios. Comecei com um beijo suave, e fui aprofundando. Pedi passagem com a minha língua e ela deu de muito bom grado.
Quando o ar se fez necessário me afastei, mas voltei a beijar seu pescoço. Passei minha língua pela marquinha que havia deixado em seu pescoço, e Bella gemeu com o contato e se apertou contra mim.
Ela estava montada com uma perna de cada lado. Era uma verdadeira visão. Comecei a deslizar minhas mãos por suas costas que já estavam nuas.
—Edward...- Ela disse entre seus suspiros e gemidos.
—Sim?- Eu sussurrei em seu ouvido. E os pelos de sua nuca se eriçaram quando minha respiração tocou sua pele.
—Me faça sua.
—Sempre.

Feist - Fire in the water
Love's the sweetest feeling
O amor é o mais doce sentimento
Openly believing
Abertamente acreditar
No matter what we find there
Não importa o que encontramos lá
Come back in through the eyes there
Volte através dos olhos de lá
Sole and born creation
Criação e nascimento único
The lion's in the house
Os leãoes estam em casa
Flowers are up in the air
As flores estão no ar
Crashing against the dark
Falhando contra a escuridão
Ah, ahhah ah...
Ah, ahhah ah
Fire in the water
Fogo na água
Is the body of our love
É o corpo de nosso amor
Nobody should see this
Ninguém deve ver isso
The freeness of the light
O grau de refinação da luz
Ah, ahhah ah...
Ah, ahhah ah...
Fire in the water
Fogo na água
Is the body of our love
É o corpo de nosso amor
Com minha mão guiei meu membro até sua entrada a ajudando se arrumar sobre mim. Quando a penetrei gememos em uníssono.
—Edward...- Deixei que ela se acostumasse antes de começar a me movimentar, mas Bella estava tão impaciente quanto eu e não demorou até que ela se movimentasse sobre mim. Suas mãos estavam espalmadas sobre meu peito enquanto ela se movimentava cada vez mais rápido.
—Mais... Por favor.- Eu também queria mais contato com ela. Parecia que eu nunca teria o suficiente dela, então agarrei seu quadril e pressionei suas covinhas, e quando ela gemeu e amoleceu um pouco sobre mim nos virei ficando sobre ela.
Suas mãos passaram por debaixo dos meus braços arranhando minhas costas, e suas pernas se enrolaram em minha cintura. Eu conseguia ir muito mais fundo nessa posição. Minhas mãos já conheciam seu corpo, mas passavam por ele como se estivesse fazendo uma nova descoberta.
—Bella...
—Sim...
—Tão apertada.
—Deus... Isso é tão...
Não conseguiria me segurar muito mais tempo, então uma das mãos apertei um de seus seios e a outra levei até sua entrada e apertei seu clitóris. O aperto em meus cabelos ficou maior e ela arqueou o corpo gemendo meu nome. Seu corpo pulsou em torno de mim e tremeu um pouco. Bella veio na mesma hora gritando e gemendo meu nome. Eu podia sentir meu orgasmo se construindo, e com mais duas estocadas senti minha libertação dentro de Bella. E enterrei minha cabeça em seu pescoço me recuperando.
Nos deitei de lado a colocando sobre meu peito.
Ela estava sobre meu peito enquanto eu subia e descia a mão preguiçosamente por suas costas. Ela começou a beijar minha mandíbula e descendo pelo meu peito e abdômen até chegar até minha tatuagem. Eu havia feito quando completei 18 anos. Eu sempre fui fascinado por corujas, e como Bella gostava da noite, eu achei uma ótima idéia. Bella tinha uma ligeira obsessão por ela. Quase todas as vezes que fazíamos amor ela fazia muitas coisas com a tatuagem. Ela beijava, sugava, mordiscava e lambia, fazendo os meus olhos revirarem e o ar me faltar.
—Eu já disse como eu adoro sua tatuagem?
—Como se precisasse dizer...humm- Voltou a me acariciar a tatuagem, mas quando ela começou a descer os beijos. Deu um ultimo beijo um pouco abaixo do meu umbigo e levantou rapidamente.
—Por mais que eu gostasse de continuar aqui, precisamos nos arrumar para o jantar.
—O que? Você vai me deixar assim?
—Continuamos nossa brincadeira depois do jantar.- Ela deu uma piscada em minha direção e correu para o banheiro.
—Você é má Isabella. - Ela estava completamente nua e enquanto ia em direção ao banheiro balançou um pouco seus quadris.- Muito má.- Gemi de frustração e me levantei correndo atrás dela.